18 julho 2008

"Nunca devemos amar em silêncio"



Quero agradecer à minha amiga que me enviou, eu direi um pensamento, que abaixo transcrevo!

Adorei que visses em mim um amigo que te mereceu este exemplo...

Bem hajas! E que tudo esteja a correr conforme os teus projectos de vida.

«Nunca devemos amar em silêncio...Um amor feliz precisa do turbilhão das palavras, das frases aparentemente inúteis e sem sentido, precisa de adjectivos, de elogios, do ruído das banalidades.»
Não te deixarei morrer David Crockett, Miguel Sousa Tavares


11 comentários:

Esther disse...

Nunca lo había pensado pero, é bonito pensamento que convida a reflexionar e talvez tenga razão.

Beijos.

Freyja disse...

amigo Zezinho
tu poesia siempre logra emocionar y reflexionar, es bella
mil gracias por estar cerca amigo y por tus hermosos saludos
deseo que estes muy bien amigo
un abrazo grande y un buen fin de semana
mil besitos y cuidate poeta
gracias amigo


besos y sueños

Carla disse...

porque o amor nao consegue viver apenas do silêncio...o ruído das banalidades é fundamental
bom fim de semana
beijos

Sunshine disse...

No amor a vida tem de ser partilhada e ela é feita também de banalidades.
Bom fim de semana

Élio - Filomena disse...

Gostei muito do seu blog.
Bom fim-de-semana.

Vanessa disse...

Ola querido como vai? obrigada pelas palavras em meu cantinho, tenha uma ótima semana, bjos mil

Perla disse...

Nunca devemos amar em silêncio...

O Amor deve ser cantado!

Bjs

cõllybry disse...

O amor em silêncio morreria,Se amas grita ao vento...Não cales a Tua voz...

Tudo bem, terno amigo?

Doce beijo

Lúcia Machado disse...

Li o livro e adorei! :)

Concordo com a transcrição da tua amiga, também já a utilizei no meu hi5...faz (fazia) sentido...


Obrigada por estares sempre "presente" acredita, que fazes a diferença pelo conforto que trazes nas palavras...

Beijinho

Carla Sofia disse...

Olá, «quase» concordo com a citação, mas às vezes esse turbilhão de palavras pode ferir quem menos estamos à espera. Talvez o amor não deva ser remetido ao silêncio, mas deve ter uma certa dose de «segredo»...
beijinhos
CS

Thunder disse...

Nunca se deveria amar em silêncio, mas por vezes gritamos sem que alguém nos ouça.Escrevemos sem que alguém dê valor às palavras.

Bom fim-de-semana.